quarta-feira, 29 de maio de 2013

Lauryn Hill sofre repressão de Tribunal por suas "Teorias de Conspiração"

O nome do álbum de Lauryn Hill é "The Miseducation of Lauryn Hill" (A Deseducação de Lauryn Hill), mas agora parece que os poderesos gostariam que ela gravasse um novo álbum chamado "The Re-Education of Lauryn Hill" (A Re-educação de Lauryn Hill). Depois de aparecer em tribunal por evasão fiscal, Hill foi condenada a três meses de prisão. Além disso, ela tem que comparecer a sessões de "aconselhamento" devido às suas "teorias da conspiração".

 De acordo com o IBTimes, Hill disse ao tribunal: "Eu sou filha de ex-escravos que tinham um sistema que foi imposto sobre eles. Eu tinha um sistema econômico imposto em mim". Além disso, Hill também acredita que os artistas estão sendo oprimidos por (o que o artigo chama) "uma trama envolvendo os militares e a mídia". Devido a estas declarações, Hill foi condenada a sofrer "aconselhamento", que é uma maneira de dizer que ela está mentalmente doente e que precisa de algum tipo de sessão de re-programação para recuperar sua "sanidade".

Em 2012, Lauryn Hill publicou uma carta pensativa descrevendo a corrupção, a opressão e o controle da indústria da música e seu desejo de escapar. Em uma parte da carta, Lauryn declara:

    "Foi dessa cisma e a hipocrisia, violência e canibalismo social que acabou surgindo, que eu queria e precisava ser libertada, não da arte ou da música, mas da supressão/repressão e redução daquela arte e música para a linha de fundo, sem levar em conta qualquer outra coisa. O excesso de comercialização e suas restrições e limitações resultantes podem ser muito prejudiciais à natureza intrínseca do indivíduo. Eu amo fazer arte, Eu amo fazer música, isso é tão natural e necessário para mim quanto respirar ou falar. Para ser negada o direito de seguir isso de acordo com a minha capacidade, bem como ser devidamente reconhecida e recompensada por isso, em uma tentativa de controlar, é a manipulação dirigida a meus direitos mais básicos! Essas formas de expressão, juntamente com outras, efetivamente compreendem a minha liberdade de expressão! Defender, preservar e proteger esses direitos são extremamente importantes, especialmente em um paradigma onde o racismo velado, sexismo, preconceito de idade, nepotismo e controle econômico deliberado ainda são realidades gritantes! "
(Veja meu artigo intitulado Resposta de Lauryn Hill à Indústria da Música para ver o restante da carta).

Apesar do que a mídia relata, Hill não está murmurando "teorias da conspiração" incoerentes, mas está falando a verdade. Suas afirmações são resultado de sua experiência de primeira mão com a indústria e seu desejo de não ser parte de sua loucura. As "teorias" de Hill são simplesmente a análise clara de uma pessoa inteligente sobre essa situação. 

No entanto, como a sociedade americana se transformou em uma versão da vida real da novela 1984, falar a verdade está cada vez mais sendo considerado uma doença mental - uma que tem de ser tratada e curada. Será que a liberdade de expressão ainda existe se o dizer as palavras erradas leva a uma visita obrigatória para um "psicólogo"? 

Vou deixar Lauryn cantar as palavras finais, a partir do minuto 16:25:

video

Fonte: danizudo.blogspot.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário educado! Siga a política do 'se não pode dizer algo construtivo e legal, não diga nada.'