quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Arca de Noé foi encontrada por historiadores chineses na Turquia?


Conforme publicação do jornal português Correio da Manhã, a Arca de Noé  encontrada por historiadores chineses. Os mesmos garantem que o objeto de madeira, preso na montanha, a 4 mil metros de altitude, tem 99,9% de ser a Arca do Dilúvio.

Yang Ving Cing, um dos historiadores, afirmou que a Arca está protegida no Monte Ararat há cerca de 4,8 mil anos. Esta informação corresponde à data indicada pela Bíblia em Gênesis. A grande caixa, conforme texto original bíblico, com medidas estabelecidas pelo Criador a Noé, para que ele, sua família e mais um casal de cada animal se salvassem do Dilúvio, flutuou durante o período chuvoso até parar no Ararat, na fronteira com o Irã.

Descobriu-se que o grande barco tem vários compartimentos, que segundo os historiadores, seriam as divisões para acomodar os animais. Agora os chineses pretendem solicitar à Unesco a classificação do local como Patrimônio da Humanidade, conforme o jornal espanhol 20 Minutos, citado pelo periódico português.

 
  
CLIQUE NA FOTO, PARA AMPLIAR

Estas descobertas confirmam que a Bíblia e o seu conteúdo são verdadeiros.  E a arca repousou no sétimo mês, no dia dezessete do mês, sobre os montes de Ararate (Gn. 8.4), diz o texto sagrado. Portanto há uma asfixia da mídia para com o fato. Pois notificar nos grandes jornais o fato é tal como um tapa na cara dos ateus, céticos, anticristos. É assumir que realmente a Palavra de Deus não é historia da carochinha. E o príncipe deste mundo não quer os jornais, telejornais, enfatizando esta descoberta.

video
Fonte do vídeo: Youtube



Arqueólogo afirma que Arca de Noé 
encontrada por evangélicos é falsa.

Notícia sobre a Arca de Noé encontrada está gerando muita discussão na internet

Dr. Randall Price
Um arqueólogo que visitou o Monte Ararat com a equipe da expedição chinesa e turca diz que tem mais razões para acreditar que a “descoberta” da Arca de Noé é falsa. Ele afirma que tem provas que a descoberta não é real.

Entre as provas estão as fotos do interior da Arca, que mostram teias de aranha nos cantos das vigas. “Algo que simplesmente não é possível nestas condições”, disse.

“Tudo isso é relatado para ser uma farsa”, informou Dr. Randall Price, presidente do Ministério Mundial da Bíblia, em um e-mail para os adeptos do seu ministério, após o anúncio da semana passada da descoberta da Arca.

No último domingo, uma equipe da expedição da Arca de Noé Ministério Internacional (NAMI, na sigla em inglês), que explorou o monte Ararat anunciou que as amostras de madeira recuperadas no ano passado a partir da “grande estrutura de madeira” são datadas com 4800 anos de idade. Data que se aproxima da época do dilúvio.

Apoiados por funcionários do governo turco e seu próprio grupo de especialistas, Yuen Man-fai, representante NAMI, disse: “Nós acreditamos que a estrutura de madeira é a mesma estrutura registrada em relatos históricos”.

Dr. Randall Price, no entanto, diz que foi informado por um parceiro local na aldeia, no sopé do Monte Ararat, que dez trabalhadores curdos foram contratados para orientar a equipe da expedição no final do verão de 2008 para o transporte de madeira e colocar grandes vigas de uma velha estrutura na região do Mar Negro no Monte Ararat.

Price havia planejado verificar as descobertas em 2008, mas não conseguiu por razões não claramente relatadas. “Durante a expedição, o guia que alegou ter encontrado a Arca estava sempre bêbado e depois de um mês esperando a expedição não aconteceu”, informou.

Embora muitos tenham concluído que o arqueólogo cristão acredita que o guia curdo e seus companheiros apenas extorquiram dinheiro dos cristãos chineses e evangélicos pertencentes ao NAMI, o líder do ministério chegou a afirmar sua conclusão dizendo apenas que acredita que quanto maior o pedido, a maior das provas deve ser o apoio.

Price ainda não acredita totalmente que as provas encontradas na expedição sejam verdadeiras. Ele acredita que é preciso esperar até que se faça um exame no local para descobrir a veracidade das provas.

Em outra nota, Price havia informado que planeja procurar o homem que escalou o Monte Ararat 33 vezes e pretende saber a localização de um pedaço da Arca.

Além de ser o presidente e fundador do Ministério Mundial da Bíblia, Price é o diretor-executivo e professor emérito de Estudos Judaicos da Universidade da Liberdade.

Price tem formação acadêmica da Universidade Estadual do Texas, em Dallas no Seminário de Teologia e na Universidade do Texas em Austin. Ele também é membro da Sociedade Evangélica Teológica, a Sociedade de Literatura Bíblica e da Sociedade Arqueológica Oriente.

Fontes das matérias: 


3 comentários:

  1. Eles querem criar um clima para a chegada do salvador. Aquele que virá e pedirá pela paz e que as ovelhas se apascentem. Nada de lutas, de reinvidicações, de revoluções, pois próximo está o reino dos céus, mas na verdade mais próximo estará o governo globalitário.

    Será que nesta genuína arca havia espaço para a mula sem cabeça, o boi tatá, o monstro do lago Ness, o abominável homem das neves, o coelhinho da páscoa...?

    ResponderExcluir
  2. EU NÃO ACREDITO NISSO NÃO... penso que pode até ser um barco, mas não o de noé...

    ResponderExcluir

Deixe um comentário educado! Siga a política do 'se não pode dizer algo construtivo e legal, não diga nada.'