segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Implantes Alienígenas: Nem Diamante Pode Cortá-los!


O seguinte artigo foi publicado no site A Voz da Rússia e fala sobre um assunto pouco discutido aqui, mas que é de suma importância no estudo dos OVNIs e da visitação extraterrestre:
Pacientes ao redor do globo estão confusos após descobrirem implantes alienígenas em seus corpos, bem como corantes invisíveis ao olho nu por sobre suas peles.

O cientista Steve Colbern disse à Voz da Rússia que estes implantes e corantes não identificados poderiam ser produto do trabalho de seres alienígenas, pois nenhum teste pode concluir onde estas estranhas marcas se originaram.

O dia de trabalho de Steve Colbern e do seu colega, Dr. Robert Leir, não é nada normal.  Ele consiste em atender pacientes que alegam ter sido abduzidos por OVNIs ou alguma entidade alienígena.  Embora os relatos de indivíduos possam ser difíceis de acreditar, não há como negar a evidência factual que permanece por sob suas peles por anos, e até mesmo por décadas.

“…Usamos um detector de metal, para detectar objetos metálicos dentro da pele, o que funciona muito bem“, explicou Colbern para a Voz da Rússia.  Em uma situação onde os implantes estão alojados dentro dos pacientes, alguns preferem que eles sejam removidos, especialmente se eles estão preocupados com futuros problemas de saúde em potencial.

Atualmente, com a ajuda de Colbern e sua equipe, 17 pessoas removeram esses objetos alheios a seus corpos.  Quando estes objetos estranhos são finalmente removidos, eles são então analisados extensivamente para determinar suas propriedades.  “Temos razão para acreditar, a partir dos relatos, que muitos deles medem a informação sensorial dessas pessoas“, explicou Colbern.  Em outras palavras, os objetos que são implantados nas pessoas poderiam estar permitindo aos controladores desta entidade implantadas a ver o que eles estão vendo e a escutar o que estão escutando.

A partir de observações passadas, notou-se que muitos desses objetos possuem uma rede intricada de nano-tubos de carbono, dentro do metal, e também mostrou-se que os dispositivos emitem sinais de rádio.  Ainda, nem todos os objetos emitem um sinal, o que pode indicar que não estejam operando naquele momento.  Também ainda não é conhecido aos humanos se os proprietários desses implantes sejam responsáveis pela ativação e desativação dessa tecnologia sofisticada.

O paciente mais recente de Colbern, um quinquagenário, lembrava o que aconteceu com ele quando tinha aproximadamente 10 anos de idade.  O homem lembrou que estava acampando numa floresta com seus amigos, quando um OVNI o abduziu.  Ele não esqueceu o momento que o implante foi inserido em seu pulso.  Décadas mais tarde, ele ainda tinha aquele objeto em seu corpo, até que Colbern e o Dr. Leir o extraíram.  “O objeto era extremamente duro; nem mesmo ferramentas de diamante podiam cortá-lo e isso é algo que nunca se ouviu falar“, disse Colbern sobre as propriedades do objeto.

Além da solidez do objeto, ele não causava nenhuma inflamação.  Toda a vez que um objeto estranho está dentro de um corpo, ele produz algum grau de inflamação; contudo nenhum dos objetos não identificados em pacientes que alegam ter sido abduzidos produziram alguma inflamação.

Se os estranhos objetos de origem desconhecida não fossem o suficiente, há também diferentes tonalidades de corantes que são deixados sobre a pele de abduzidos.  Colbern tem investigado um corante na cor azul cobalto e que fica na pele do abduzido por aproximadamente um mês.  “É um corante marcador e só pode ser visto sob luz ultravioleta, sendo quase impossível de ser removido quando se tenta limpá-lo“, explicou o cientista.

Apesar das pistas deixadas para trás sobre como os objetos são colocados dentro do corpo de uma pessoa e o porquê do corante invisível ao olho nu, às vezes há lacunas que tornam difíceis a aceitação das descobertas.  Dois de cada três tipos de pessoas que contam seus relatos de abdução alienígena não são confiáveis o suficiente para serem acreditados.  Os cientistas declaram que a primeira classe de pessoas simplesmente são mentalmente doentes e nada aconteceu a eles.  Dentro da segunda classe, as pessoas foram deixadas literalmente insanas pelo que passaram e não podem ser mantidas calmas sobre este respeito.  Há somente uma classe de pessoas que podem ser classificadas como confiáveis.  Estas vítimas tiveram contato alienígena e são capazes de se manterem estáveis psicologicamente, apesar disso – dando maiores detalhes sobre sua jornada.

Como sempre é lembrado aqui neste blog, embora a grande maioria dos casos de relatos sobre contatos com seres alienígenas, ou mesmo simples avistamentos de naves estranhas, não seja factual, não há como negar que há dentro da minoria de casos firmes indicações ao fato de estarmos sendo visitados por uma inteligência externa à nossa.  E as indicações são de que isso vem ocorrendo já há milênios.
Fonte: ovnihoje.com


2 comentários:

  1. eu credito,e verdade a seres e são lidos e a milhares eles são puros ,mas também digo que eles não fazem mal a ninguém ,eles vem cá a terra visitar mas não fica cá muito tempo ,

    ResponderExcluir

Deixe um comentário educado! Siga a política do 'se não pode dizer algo construtivo e legal, não diga nada.'