terça-feira, 22 de março de 2016

Engenheiro Italiano desenvolve TECNOLOGIA DE ENERGIA GRÁTIS e LIMPA!


Produzir energia grátis. Um sonho considerado inviável. Desde tempos imemoriais o homem procura uma solução que zere os custos de produção da eletricidade, mas, aparentemente, parece que esta solução esteja longe. Mas, fazendo uma pesquisa, surgiu a informação vai fazer você pular em sua cadeira: foi construída uma microturbina que pode produzir energia completamente grátis!

Como isso é possível? E quem sabe onde esse sonho foi realizado. Você não vai acreditar, estamos falando de um projeto feito na Itália. Vamos ver na página 2, o que é e quem conseguiu neste desafio que parecia impossível.


A cidade de Génova. O lugar: o Instituto Italiano de Tecnologia. A mente: o Engenheiro Michele Focchi, nascido em Rimini. O projeto também teve a participação do Politecnico de Milão. O problema a ser resolvido, era produzir algo que iria gerar energia limpa, sem nenhum custo, um desafio que parecia titânico. Mas você sabe, as vezes, as soluções para problemas complexos, são as mais simples, aquelas que poucos conseguem pensar.

Em vez disso, graças à sinergia entre as duas instituições e a capacidade do Engenheiro Focchi, foi criada a primeira microturbina que funciona com ar, capaz de produzir energia limpa.

Mas como é que funciona? Vamos saber logo. Pensaram de combinar a uma turbina, um gerador eléctrico com a particularidade de produzir corrente, sem necessidade de utilização de combustíveis, mas do ar. Simples ar que é capaz de mexer os elementos que desenvolvem a energia eléctrica.


Anteriormente, havia chegado a uma solução semelhante, mas era necessária a utilização de cabos elétricos conectados à rede, o que o tornava totalmente desnecessário - pelo menos se consideramos a pergunta de abertura que é "E possível produzir energia sem o uso de eletricidade"? - a turbina realizada. Neste caso, ao contrário, graças a alguns sensores conectados estrategicamente sobre a microturbina, é o fluxo de ar que põem em marcha os processos necessários para gerar corrente eléctrica. Por sua vez os sensores não precisam de ser acionados eletricamente: a corrente assim gerada é de até 10 volts.

Alguém pode argumentar, "mas é pouco mais do que uma bateria"! Sim, mas vamos considerar que estamos falamos de um projeto experimental, e que, em qualquer caso, atualmente, é uma bateria que nunca se descarrega. Nunca.


O tamanho pequeno dessa incrível turbina, cujo corpo é feito de alumínio – especialmente leve – o torna um objeto não só surpreendente do ponto de vista do design e do resultado obtido, mas que também pode ser usado em um grande número de situações: pense nas instalações ferroviárias, nos dutos de ar e gás e todos os relacionados com aplicações na indústria.

Além do fluxo de ar, o que até agora faz alcançar a microturbina as 100.000 rotações por minuto graças à passagem de ar, a microturbina pode ser alimentada com o gás. Em conclusão: do engenho humano, uma solução única no mundo. por isso, esperamos de vê-la aplicada à sociedade civil. Esperamos que em breve.

Fonte:  astoupeiras.com

15 comentários:

  1. Com a energia cara do jeito que tá esses governantes se fossem do bem poderiam adotar esse invento pra nosso consumo energético!

    ResponderExcluir
  2. Corrente de até 10 V? Isso seria a tensão, e o mais importante é saber a potência gerada e não apenas a tensão. Poderia gerar 220V, mas sem capacidade de corrente nenhuma. Tornando-a "pior" que uma bateria de relógio. Sem esses dados que realmente importam, fica parecendo mais um projeto de feira de ciência que: "funciona, mas não sei como".

    ResponderExcluir
  3. Perfeito a afirmação anterior. Corrente é dada em Ampère e tensão em Volt. A energia é potência multiplicado pelo tempo. Potência é o produto entre tensão e corrente, dado em Watts. Energia pode ser calculada por potência vezes tempo, Watts vezes segundos. W.s é igual a Joule. Só o valor de tensão sem as outras grandezas, falta informação. Não tem significado.

    ResponderExcluir
  4. Beleza, e este ar comprimido ou gás que faz ela girar, vem de onde, a energia utilizada p/ "soprar" a mesma não é levada em consideração, que beleza de matéria, este tipo de "engenharia", é fácil, qualquer roda d'água poderia se transformar neste gerador, mas p/ isto é preciso apenas de um rio com queda de água, prakba esta informação...

    ResponderExcluir
  5. Vejo a importância deste protótipo, por utilizar como impulso o movimento do ar.E de utilizar metais leves, abundante e de valor relativamente viável, no caso o alumínio.

    ResponderExcluir
  6. Vejo a importância deste protótipo, por utilizar como impulso o movimento do ar.E de utilizar metais leves, abundante e de valor relativamente viável, no caso o alumínio.

    ResponderExcluir
  7. sei sim? pra girar a 100k rpm não deve ser construída tão simplesmente assim e pra gerar um fluxo de ar vc precisa de energia, é um gerador dos mais caros, já nasce morta essa ideia, chega a assustar a ignorância das pessoas e as mentiras da internet

    ResponderExcluir
  8. babaca o projeto. cade a fonte do ar que entrara o gerador funcionaria somente com funil a entrada e num dia de tempestade kkk

    ResponderExcluir
  9. Se é viável ou possível, acho que já ganhamos. Pois já fez as pessoas colocarem suas opiniões respeito de um assunto super importante que é a energia limpa. Nosso país dorme,porque não se interessa nessas coisas.Se interessa na maioria em mexericos.A energia solar nas escolas já deveria está em atividade, é uma pena.

    ResponderExcluir
  10. Se é viável ou possível, acho que já ganhamos. Pois já fez as pessoas colocarem suas opiniões respeito de um assunto super importante que é a energia limpa. Nosso país dorme,porque não se interessa nessas coisas.Se interessa na maioria em mexericos.A energia solar nas escolas já deveria está em atividade, é uma pena.

    ResponderExcluir
  11. turbina tesla é assim também... seria útil conecta ao carro em movimento para recarregar uma bateria... um chinês inventou uma dessas há uns 5 anos

    ResponderExcluir
  12. O Cientista esta falando de voltagem para algo muito pequeno e que se for aumentado para um tamanho de uma turbina vai com certeza gerar mega watts de potencia.O que importa no momento é que existe um gerador de energia pelo ar é muito bom para a humanidade.No futuro vamos ter energia elétrica de graça em casa com gerador como este em cada residência associado a baterias de lítio.Viva a ciência e os homens com boa imaginação de construir um mundo melhor.

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Matéria sem sentido científico, pura enganação. Se a turbina funciona com ar é preciso fornecer energia para colocar o ar em movimento e com isso gasta-se mais energia do que a produzida pela turbina.

    ResponderExcluir

Deixe um comentário educado! Siga a política do 'se não pode dizer algo construtivo e legal, não diga nada.'