sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Bíblia com 1500 anos é descoberta e Vaticano se preocupa com conteúdo

Como diz um velho adágio: “Você pode enganar uma pessoa por muito tempo; algumas por algum tempo; mas não consegue enganar todas por todo o tempo.” - O Vaticano começa a mostrar sua cara, mesmo sem o querer. As mentiras que garantiram a hegemonia da Igreja Católica no mundo durante séculos começam a vir à tona.


Uma bíblia de 1500 anos foi descoberta na Turquia, após a prisão de uma quadrilha que comercializava antiguidades de forma ilegal. O livro, feito em couro tratado e escrito em um dialeto do aramaico, língua falada por Jesus, tem as páginas negras, por causa da ação do tempo.

Segundo informações do site Notícias Cristãs, peritos avaliaram o livro e garantiram que o artefato é original. A descoberta do livro se deu em 2000, e desde então, vinha sendo mantido em segredo, guardado em um cofre-forte na cidade de Ancara.

Estima-se que o valor do livro chegue a 20 milhões de euros, dada sua importância histórica. Após a divulgação da descoberta, o livro foi considerado patrimônio cultural e após a restauração que será feita, o livro será exposto no Museu Etnográfico de Ancara.

Há informações de que o Vaticano demonstrou preocupação com a descoberta do livro, e pediu às autoridades turcas que permitissem que especialistas da Igreja Católica pudessem avaliar o livro e seu conteúdo, que se suspeita, contenha o “Evangelho de Barnabé”, escrito no século XIV e considerado controverso, por descrever Jesus de maneira semelhante à pregada pela religião islâmica.

Assista abaixo à reportagem sobre a descoberta da Bíblia de 1500 anos:

video


Fonte da matéria: religiao.issoebrasilia.com.br
Fonte do vídeo: Paulo Henrique Corrêia


2 comentários:

  1. TODOS TÊM O DIREITO DE SABER SEU CONTEÚDO.

    A Igreja Católica pode até dar uma olhada, mas não omitir ou proibir a divulgação.

    ResponderExcluir
  2. Esta na Hora da "Igreja" e "Religião Católica" dar mostras de Honestidade de intenção, fazendo valer a Verdade acima de qualquer interesse temporal de domínio de consciências, ganância por dinheiro e Bens.A História e as Leis de Deus, cobrarão.

    ResponderExcluir

Deixe um comentário educado! Siga a política do 'se não pode dizer algo construtivo e legal, não diga nada.'